Olá, Serra Gaúcha! A serra gaúcha sem limites.

PUBLICIDADE
Negócios e Mercado | 11/08/2017 - 10:38

Os vinhos do Brasil vão ganhar um museu

Contar histórias sobre o vinho não é problema para a Vinícola Peterlongo, memória viva da vitivinicultura brasileira. Centenária, elaborou o primeiro espumante no país em 1913 e, a partir daí, deu início a trajetória da bebida no Brasil. Única a manter de pé seu patrimônio arquitetônico original do início do século passado, ostenta um emblemático Castelo nos padrões da região de Champagne (França), um túnel e uma cave subterrânea em pedras basálticas.

 

Junto a tudo isso, a empresa, que passa por uma grande transformação, abrirá suas portas no dia 4 de outubro diferente. Um novo tour chega para incrementar o enoturismo. E o grande destaque do passeio é um memorial com objetos raros da vinícola e da comunidade.

 

“Escolhemos o mês da Fenachamp, a Festa Nacional do Espumante, para lançar o novo tour enoturístico da Peterlongo. A partir do dia 4 de outubro, nossos visitantes vão mergulhar no mundo do vinho, especialmente do espumante, num passeio revitalizado, que expõem o acervo da Peterlongo e peças doadas ou cedidas por pessoas da comunidade regional”, destaca Luiz Carlos Sella, sócio-diretor da Vinícola Peterlongo.

 

As obras seguem em ritmo acelerado e com todo cuidado para preservar cada canto da empresa que reserva curiosas histórias desta trajetória precursora. A visita terá início em uma sala de 600 metros quadrados. Nela, dividirão espaço pipas de madeira de 10 mil litros e objetos de vinificação utilizados pela vinícola no início de suas atividades, além de garrafas e rótulos antigos que montam uma linha do tempo.

 

Painéis exibirão imagens antigas e informações relevantes na construção da história da Peterlongo e do vinho brasileiro. Um Ford 29, de propriedade do ex-presidente da Fenachamp e da CIC de Garibaldi, Pedro Carrer, é uma das peças confirmadas para habitar o museu e que já está nas dependências da vinícola. Ao final do museu, uma escada conduzirá o visitante ao espaço de tanques de aço inox, seguindo para a sala de guarda onde os vinhos amadurecem em bordalesas de carvalho francês. Avançando, o turista acompanha o processo de guarda em uma cave onde o vinho já engarrafado repousa até chegar à mesa do consumidor. Antes de chegar ao varejo, ainda tem a passagem pela primeira cave subterrânea do Brasil, que reserva mistérios e a nostalgia de uma época de pioneirismo na elaboração do espumante. Ao fundo, um túnel histórico, que segue a direção do vento Minuano, criando, naturalmente, um ambiente com umidade, luz e temperatura ideais para a elaboração do produto.

 

A Peterlongo traz na bagagem feitos como o de ser a primeira vinícola brasileira a empregar mão de obra feminina, a Peterlongo também foi a primeira empresa da região a pagar salário mínimo aos seus operários na década de 1930, com a instauração das leis trabalhistas. Essas e outras curiosidades estarão presentes no trajeto percorrido pelo visitante.

 

Comunidade pode participar com peças

Enquanto as obras de revitalização do novo passeio seguem, a Peterlongo coloca em prática uma campanha para arrecadar peças históricas para o museu. Podem ser objetos datados entre 1915 e 1950, que tenham relação com o mundo do vinho. As pessoas podem doar ou ceder objetos raros, seguindo o exemplo de Carrer, que não tem data limite para estacionar seu Ford 29 em outro lugar. Todo acervo será identificado com o crédito de cada proprietário. Informações pelo sac@peterlongo.com.br ou pelo (54) 3462.1355.

 

 

Fonte: Conceito Com Brasil 

Foto: Treissa Fagundes

Palavras chave: vinhos - brasil - museu

  • Comentários
    Comentários

    Comentários postados

    Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro a comentar!

  • Comentar

    Comentar

    Comente esta matéria







  • Envie para um amigo

    Envie para um amigo

    Envie esta notícia para um amigo









  • Fale com o Editor

    Fale com o editor

    Envie dúvidas e sugestões para o editor








Notícias relacionadas:


Vinho e suco de uva atraem visitantes internacionais ao Brasil no mês do Carnaval

Como será a feira de móveis Movelsul 2018

Secretaria da Cultura divulga opções de lazer para feriadão de carnaval

Senac realiza curso de barbeiro

Biometria deve alcançar mais da metade dos eleitores brasileiros neste ano

Rodrigo Ferreira da Silva Barros é o vencedor do Gold Chef Brasil 2017

Feira internacional promete alavancar negócios para o setor do vinho brasileiro

Programa da Angélica com filmagens na Serra Gaúcha terá início neste sábado

29º Festimalha terá três dias a mais


PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre o seu endereço de e-mail e receba a nossa newsleter com as notícias do Olá! no seu e-mail.