Olá, Serra Gaúcha! A serra gaúcha sem limites.

PUBLICIDADE
Cidadania | 20/03/2017 - 11:16

Eficiência Energética da RGE faz doação de lâmpadas em Farroupilha

A Gerência de Eficiência Energética da Rio Grande Energia (RGE) iniciou, nesta segunda-feira (20) a doação de 3.256 lâmpadas com tecnologia LED à comunidade de Farroupilha.

 

A ação do Programa de Eficiência Energética (PEE) vai beneficiar 814 famílias da cidade e tem um investimento de R$ 105 mil. Cada Unidade Consumidora contemplada pelo PEE será visitada por um agente do projeto Comunidades Eficientes e poderá fazer a troca de até quatro lâmpadas convencionais pelos novos modelos. Toda a ação vai gerar uma economia de 164,43 MWh/ano, o que é suficiente para abastecer 69 casas durante 12 meses.

 

Outro ganho à população é evitar que 22 toneladas de CO2 sejam lançadas na atmosfera, o que ocorreria com o uso das lâmpadas convencionais. Além de fazer a doação das novas lâmpadas, a RGE faz o recolhimento das antigas e encaminha para o descarte adequado, a fim de mitigar danos ao meio ambiente. Durante as visitas, as famílias também recebem um material explicativo sobre o tema Eficiência Energética e dicas sobre como utilizar a energia elétrica de forma mais adequada. Uma lâmpada incandescente, em média, tem vida útil de 750 horas, as fluorescentes de 6 mil horas e as de LED podem passar das 20 mil horas. Conforme Odair Deters, coordenador do Programa de Eficiência Energética da RGE, a companhia faz ações para que auxiliem na economia das famílias. “O Programa de Eficiência Energética tem como objetivo criar a cultura do uso racional da eletricidade por meio de equipamentos que gerem economia”, afirma Deters.

 

Sobre o Programa de Eficiência Energética

O projeto faz parte do Programa de Eficiência Energética da Rio Grande Energia (PEE - RGE), existente há 16 anos e elaborado de acordo com as regulamentações do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O PEE-RGE tem como objetivo combater o desperdício de energia elétrica, a partir de ações como: substituição de equipamentos ineficientes, doação de lâmpadas, adequação da entrada de energia de consumidores irregulares, dentre outros. Com um investimento de mais de R$ 162 milhões em 86 projetos realizados ao longo do período, o resultado foi de uma demanda evitada de 84.783 kW e de energia conservada de 286.013 GWh/ano, desde 2001.

 

Fonte/foto: Setor de Imprensa / divulgação


  • Comentários
    Comentários

    Comentários postados

    Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro a comentar!

  • Comentar

    Comentar

    Comente esta matéria







  • Envie para um amigo

    Envie para um amigo

    Envie esta notícia para um amigo









  • Fale com o Editor

    Fale com o editor

    Envie dúvidas e sugestões para o editor








Notícias relacionadas:


Caxias do Sul sedia 1° Seminário Gaúcho sobre Equilíbrio Empresarial

Depois de impasse, novos restaurantes aderem ao Prime Gourmet

Conhecendo o Vale dos Vinhedos é o tema do passeio da Maria Fumaça

Vinícola Garibaldi busca fortalecer negócios na Wine South America

Joel Carlo é uma das atrações do Festival do Quentão

20ª edição da Feijoada do Pulita acontece neste sábado

Vinícola Garibaldi conquista júris do Prêmio Brinda Brasil

Caxias do Sul celebra 128 anos com distribuição gratuita de bolo à comunidade

Leila Navarro será palestrante de evento da ADCE Caxias do Sul

Antônio Prado sedia o Seminário Regional da Uva Orgânica

Escultura Anjo Samuel feita por Dilva Conte será entregue à Caxias no domingo

FSG oferece Biobanco de dentes humanos

2º Jantar Baile Pampa Pietà é neste sábado no CTG Laço Velho

Equipe que atuará na Reitoria do IFRS é apresentada em Bento Gonçalves

1ª Exposição de carros antigos da AACD acontece neste sábado


PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre o seu endereço de e-mail e receba a nossa newsleter com as notícias do Olá! no seu e-mail.