30/06/2016 - 14h06min

15 coisas sobre maternidade que eu gostaria que tivessem me dito antes de ser mãe.

Olá meu povo, como sabem sou mãe de um #babyboy de 8 meses e pelo fato de ser muito prática tiveram algumas coisas que eu agradeceria se eu tivesse sabido antes de ser mãe que eu gostaria de compartilhar com vocês.

1-      Você não vai dormir direito desde que a barriga começar a crescer, mas calma, logo logo você estará dormindo.

2-      Amamentar é uma das coisas mais maravilhosas do mundo, mas no primeiro mês dói MUITO! Você não imagina como um bebê tão pequeno te judia tanto... mas logo passa e depois volta em mordidas ocasionais quando os dentes começam a nascer. Mas se você não quiser ou não pode amamentar não se culpe, reserve um momento para dar mama só você e o baby.

3-      Aqueles kits bebê para quarto com térmica e vários potinhos, você não vai usar, no máximo a caixa que é uma farmacinha mas mesmo assim você vai ter outro lugar para a farmácia do bebê. Você precisa de um trocador bom e de um lixo, que sá daqueles apoios de berço para por as fraldas. Isso inclui cadeira amamentação (que você não vai usar, você vai sentar em um lugar que é confortavél pra você, prefiro uma rede ou cadeira de balanço) e milhares de decoração azul ou rosa (vocês e o bebê vão se cansar logo).

4-      Aquele trocador com banheira que tem pés, só é valido se você tem espaço em casa e mede mais de 1.70mts.

5-      Eu mesma comprei 2 kits de bolsa de bebê, usei eles 3 meses com o kit maternidade pronto no guarda roupas e se usei 1 mês comigo foi muito, logo me irritei e voltei a usar minhas bolsas, até fiz esse post sobre isso: http://www.olaserragaucha.com.br/blogs/blog-da-julli/9396/Bolsa-Gestante.html

6-      Não crie muitas expectativas...sobre TUDO! Sobre a gestação, o parto, o bebê, seu parceiro, fazer planos são ótimos, mas esteja aberto a tudo, aí você já começa a exercitar o que é a paternidade, ter expectativas mas superar se elas não ocorrerem bem como você planejou. (Meu relato especial, eu mesma sempre quis ter filhos de parto normal, me planejei desde antes de engravidar e durante o trabalho de parto meu bebê parou, sem movimentos pulmonares e teve uma queda brusca nos batimentos, tivemos que ir pra uma cesariana de urgência, quase um ano depois ainda fico triste, mas ainda espero ter um bebê de parto normal. Também não queria que ninguém viesse me ver ou pegar o bebê no colo, mas acho que devido ao susto do parto assim que ele nasceu eu estava super tranquila e deixei todo mundo pegar ele e fiquei super tranquila. Então nem tudo é como você imagina, basta ter calma e respirar fundo.)

7-      Sobre quem viaja e faz o enxoval do bebê fora, pois bem, acho muito válido para comprar artigos de bebê, berço, carrinho, talheres BUT para comprar roupas só acho válido pra quem mora do centro-norte do Brasil, porque do centro-sul é impossível. Por mais que você tenha tido 5 filhos exatamente do mesmo tamanho o 6º pode ser mignon ou bem maior, então a probabilidade de você usar muito pouco ou quase não usar as roupas que você comprou são enormes. Confesso que comprei algumas coisas importadas e que metade consegui usar bem a outra tive que por quando passava uma brisa suave só pra dizer que usei 1x. Amo comprar roupas na Renner o preço é bom, as peças são de qualidade e lindas, tem uma marca aqui do sul que é nova que amei a Kin (www.kinbodies.com.br).

8-      Compra antecipada de bico e mamadeira, gente, nem todo o bebê usa bico e nem todo se adapta com a mamadeira, existem vários modelos de bicos, apesar de ser para eles servirem em qualquer mamadeira nem sempre isso funciona, as vezes o bebê que mama no peito prefere aqueles copos com alças em vez da mamadeira, então deixe para comprar quando você sentir necessidade.

9-      Enquanto você está gravida, não se cobre tanto sobre o que você come, só não coma 2x o que você comeria normalmente e nem se prive de todos os doces que você comia no final de semana. Nem todo mundo tem desejo, ok?

10-   Não perca noites de sono pensando se vocês serão ou não bons pais, apenas tenham em mente que vocês vão tentar ser os melhores pais possíveis, todo mundo erra, basta querer o melhor e tentar ser melhor.

11-   Outras pessoas: Ah Deus, devia haver um livro sobre isso... As pessoas que você acha que vão se meter as vezes são as que mais ajudam e aquelas pessoas que você achava tranquilas vão na verdade meter o terror na sua vida, sim, sempre tem uma pessoinha que você vai começar a manter distancia pra não se incomodar. Mas calma, as vezes o “smile and wave” dos pinguins de Madagascar ajudam muito, deixem falar, vocês sabem o que estão fazendo com o filho de vocês, aceitem apenas as opiniões que acharem boas e as outras pensem um pouco e se não gostarem ponham no lixo mental de ideias não usadas.

12-   O perpétuo, tem muita literatura sobre ele, o tal babyblues, enfim, não tive nada disso, mas sim, tive momentos que eu queria me trancar no banheiro e chorar ou apenas dormir, não se sinta mal por isso, todos pais passam por isso embora nem todos admitam, nem que seja por 10 segundos. Faz parte do processo.

13-   Roupas, eu sei que você quer comprar muitas coisas lindas, porém.... Minha medida ideal de roupas inverno: 10 bodies manga longa, 10 calças de pijama, 5 pijamas quentinhos, 7 conjuntos ou peças separadas de calça e casaco, 2 casacos meia estação, 1 colete e 1 jaquetona. De verão: 10 bodies manga curta, 5 shorts/saia, 6 pijamas, 2 macacões curtos e uns 2 casaquinhos meia estação. Acreditem mais que isso vocês vão acabar perdendo peças sem usar.

14-   Tente ter um “tempinho” pra vocês, tanto como casal como pra você individuo, não se sinta mal, você vai ver que depois que voltar do seu “momento” tudo deu certo e você(s) estão mais felizes. As aspas são porque você nunca consegue se entregar de fato, você vai estar pensando no baby e se está bem e se sentir culpada, mas na volta isso passa e é um exercício de cortar o cordão lentamente.

15-   O que vocês sempre leem por ai mas é a mais pura verdade, ter filhos é uma benção, um processo mágico, surreal e até ilógico (ainda não acredito que posso amar tanto um ser e que esse ser saiu de mim). Aproveitem cada segundinho, até os ruins, vocês vão realmente sentir falta deles em alguns meses.

* Quem se interessar tenho uma conta no instagram para looks de #babyboys, é o @julianahcrespi

 

Beijinhos e aproveitem a viagem

Julli Crespi

 



Comentários postados


Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro!


Deixe o seu comentário








PUBLICIDADE PUBLICIDADE

Blog da Julli

Neste fantástico mundo da moda, Julli vai ajudar você a saber quais tendências vão ser "hits", a melhor forma de usar a moda em seu corpo, como aproveitar as liquidações, e até mesmo como adaptar seu guarda-roupa às novas tendências. Tendo sempre uma visão sobre o nosso estado e valorizando as marcas gaúchas.

Aqui você pode fazer perguntas, enviar fotos, pedir matérias, solicitar ajuda sobre com que roupa ir e até mesmo pedir como fazer roupas e acessórios. A Julli está aqui para descomplicar a moda que pode parecer complicada.

Nossa Julli é Julli Crespi, formada em Moda e Estilo pela UCS e Design de produto com ênfase em jóias pela ULBRA, especializada em Moulagem com vários cursos na área de moda e comportamento. Atua como personal Stylist, Capsule Wardrobe, pesquisa de moda, peças personalizadas e como estilista de uma confecção em Caxias do Sul.