21/05/2016 - 08h05min

Parênteses

Olá,

Então, estava eu aqui pensando no que eu podia escrever sobre moda, novidades, tendências.... e me deparei com uma Julli diferente, não sei se foi a maternidade, a crise, a correria, um novo pensamento fashion ou tudo junto.

Mas pra quem não gostava dos looks da Kristen Stewart, notei que não critico mais ela (veja aqui alguns looks http://revistaglamour.globo.com/Moda/noticia/2016/05/de-rebelde-chic-camiseta-chanel-cortada-por-ela-mesma-os-looks-de-kristen-stewart-em-cannes.html ), ela não segue um padrão, se veste como bem entende (mas por favor, se veste bem e com noção das suas medidas, não vamos confundir as coisas, bom senso SEMPRE).

Uma vez identificar uma tendência era algo que surgia naturalmente, eu olhava e já sabia se iria ser must have, a cada estação tinha umas 5 peças no mínimo que eu enlouquecia atrás e que ficava com brotoejas até não conseguir, o que incluía sempre um sapato, uma bolsa, esmaltes, acessórios e claro as peças de roupas (OK deu mais de 5 peças, meu marido que o diga...). Mas aos poucos fui notando que o que eu via nos desfiles não era tão magico, que as novelas pareciam se repetir, que em vez de varias peças eu preferia gastar mais em uma que fosse durar, atemporal e que me fizesse feliz por muitos invernos (ta dai eu achei que estava começando a ficar doente), mas dai pesquisei e muitas pessoas também estavam nessa situação (já falei que pode ser a crise), claro que fazer compras nos deixa feliz, mas fazer uma BELA compra te satisfaz muito mais, você fica feliz quando compra, quando usa e quando usa again and again.

Não acho errado, acho que é este rumo mesmo que a moda deve seguir, o slow fashion, um consumo mais consciente e menos enlouquecido. Não estou dando fim as tendências, por favor não me entenda mal (é só dar uma olhadinha no meu ultimo post), o que eu digo é ter uma que outra peça ícone que você pode comprar mais baratinho e investir em outras peças que você vai querer usar mais vezes (pensando bem, é o que está acontecendo, dando uma volta na Marisa, Renner, C&A, Riachuelo  estas marcas tem as tendências mas todas começaram a oferecer uma primeira linha, peças mais elaboradas, com acabamento especial e um custo um pouco mais alto[ufa! Não estou louca então]).

Gloria Kalil me apoia quando digo que vestir-se bem é a tendência, elegância sempre, conforto é necessário (ninguém fica bem quando está desconfortável), bom senso então é pré requisito na hora de por a roupa pra sair (afinal, estar 90% do tempo bem vestido é 100% fundamental, porque ninguém é perfeito e até a Gisele no auge da sua carreira precisava dos seus 10% de non sense) , entendido?

 

 

Bom proveito e mil beijinhos

Julli Crespi

www.facebook.com/julianahcrespi

 

 *todas as imagens foram retiradas de pesquisa no google, créditos das imagens: Divulgação. 



Comentários postados


Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro!


Deixe o seu comentário








PUBLICIDADE PUBLICIDADE

Blog da Julli

Neste fantástico mundo da moda, Julli vai ajudar você a saber quais tendências vão ser "hits", a melhor forma de usar a moda em seu corpo, como aproveitar as liquidações, e até mesmo como adaptar seu guarda-roupa às novas tendências. Tendo sempre uma visão sobre o nosso estado e valorizando as marcas gaúchas.

Aqui você pode fazer perguntas, enviar fotos, pedir matérias, solicitar ajuda sobre com que roupa ir e até mesmo pedir como fazer roupas e acessórios. A Julli está aqui para descomplicar a moda que pode parecer complicada.

Nossa Julli é Julli Crespi, formada em Moda e Estilo pela UCS e Design de produto com ênfase em jóias pela ULBRA, especializada em Moulagem com vários cursos na área de moda e comportamento. Atua como personal Stylist, Capsule Wardrobe, pesquisa de moda, peças personalizadas e como estilista de uma confecção em Caxias do Sul.