10/12/2014 - 15h20min

Meu Carnaval de Emoções! Uma licença poética sobre a folia..

Meu carnaval de Emoções

 

Quando se fala em carnaval, lembra-se de grandes ambas-enredos.

Mas é na música simples do carnaval, que o emocional desta festa se manifesta.

É na poesia de músicas como, "Nega do Cabelo Duro" que nossa alma brejeira se manifesta na maior festa da terra.

O carnaval consegue ser festa de pobres e ricos. Todos que cantam juntos, na quarta de cinzas, se separam para seguir o ano ( que sabemos, só começar depois do carnaval).

Os ricos se encontram e festas como do Copacabana Palace e os pobres nos disputados barracões das escolas.

Lá nestes barracões, centenas de pessoas se encontram, como atores nos bastidores de um grande teatro.

Esperando a cortina abrir em palcos teatrais como Sapucaí, Anhembi ou Porto seco.

Não poderia ser diferente... Nossa alma musical está ligada a isso. Nos blocos de carnaval, nas agremiações, nos clubes e nas casas.

Sim, nas casas também ( depois que estive no Sambódromo do Rio de Janeiro, descobri o prazer de ver tudo pela tv). Mesmo que nas delirantes arquibancadas do sambódromo, os detalhes não são vistos nem pelos olhares mais atentos.

Nas telas da tv, somos inebriados com mais cor e vibração... Mas é no seu palco original que o coração "trupica", deixa a gente doidinho de vontade de se arrebatar nesta emoção.

A folia é quente, corpos suados, vozes fagueiras e gente sorrindo... Um mundo que nasce e morre em quatro dias! Uma vida pulsante que move multidões. Um mundo alheio a política, fome e dor.

Depois desse show de vida ficcional, começa o ano e a vida nos barracões fica mais lenta.

Mas é como chama olímpica - Eterna! Não se apaga definitivamente...

Nem poderia - Nunca será!

Somos o reflexo de nossa maior festa e fomos enclausurados nestes pares de dias, onde a vida é muito mais gostosa e divertida.

O Carnaval é obrigatório para a vida de quem não entende o sentido das cores. E para quem não se dá conta que somos nós - os brasileiros- a dar mais cor. "Dia de luz.. festa de cor.... tudo é verão"..... ( de bossa nova também vive-se no carnaval)

Dias tão azuis.....  e noites de tamburins.

A alma poética de sambistas já deixou o corpo e agora se prepara para o grande encontro.. nas avenidas da festa mundana.

Nos acasos dos amores de carnaval. Nas festas de familias foliãs. Nos corpos suados de jovens de todas as nações..

O carnaval é uma "torrente de emoções" - É pura fantasia!

É delírio!

Vamos nos tornar mais delirantes . Mesmo que pela tv, que descobri me proporcionar o prazer visual. Mas que não transmite a emoção verdadeira. E eu que já ví as duas opções, hoje escolho a primeira.

Quem não teve a oportunidade de ver sua escola preferida entrar. Vá! E veja com seus próprios olhos.

Essa imagem jamais sairá de sua retina. Pois, o carnaval, mesmo que findado, retorna no próximo ano. Renovado!

 

Sapucaí - O palco da Grande Festa

Viva esta emoção - Foto: G1

Gente na rua - Isso é festa popular!

Deixe-se levar pela Folia!



Comentários postados


Nenhum comentário postado ainda, seja o primeiro!


Deixe o seu comentário








PUBLICIDADE PUBLICIDADE

Alalaô


Rodrigo Ricieri é formado como Guia de Turismo Nacional e América do sul, ministra cursos de etiqueta e comportamento, Relações Públicas e é carnavalesco por pura paixão. Amante das cores e da folia da mais popular festa do país, conhece agremiações da região Sudeste e de Porto Alegre, tendo participado de várias ações no segmento.
Busca através da maior festa do Brasil, identificar e qualificar a informação cultural por trás das personalidades icônicas do samba.
Monarquista e apaixonado pela criatividade do brasileiro, sabe a importância turística, econômica e cultural da festa.
Aqui no "Blog do Alalao", todas as expressões juntas e ritmadas, numa cadência de informações bem ao estilo do carnaval.
Sempre um tema que não tem fim. Criatividade e informação para que gosta de festa, folia e muita cor.
O blog do Alalaô, já está a postos e nosso bloco já está na rua!